Você já passou por uma situação com seu filho em que ele queria que você comprasse algo e você disse que não tinha dinheiro e ele respondeu pra você pegar mais no banco? Você pode ter dado risada achando aquilo ingênuo, mas o raciocínio deles é lógico. Se você não tem, pegue mais.

Por isso, ensinar sobre o valor das coisas ou até mesmo colocar a criança em uma situação de compras, mesmo que de brincadeira pode ajudá-la a criar essa noção de forma mais rápida.

Vocês podem montar um mercadinho de brincadeira em casa, é só juntar alguns produtos diversos, arrumar como se estivessem numa prateleira e deixar uma mesinha com calculadora e uma caixinha de papelão para ser o caixa. Vocês podem colocar etiquetinhas pequenas nos produtos com o preço, ou anotar o preço de tudo em um caderno para somar no final das compras.

As crianças podem variar as funções, uma vez uma é o caixa e as outras são os clientes e vice-versa. A criança que estiver como caixa deverá ir somando todos os produtos e falar o valor total no final das compras. Isso vai exercitar não apenas para a criança que estiver no caixa, mas também para as que estiverem fazendo as compras, que poderão ir pensando em quanto vão gastar no final.

Vocês podem até fazer notinhas de dinheiro de mentirinha com papel e lápis de cor. No começo da brincadeira cada uma recebe um valor para gastar no mercadinho.

Para crianças mais velhas você pode deixar a brincadeira mais complexa levando ela ao mercado ou até uma vendinha com você. Você pode dar um valor para ela gastar e deixar que ela escolha o que vai levar. Não precisa ser nenhuma grande quantia, pode ser de R$ 5 até R$ 10, assim ela poderá, sozinha, escolher o que vai comprar com o dinheiro que tem e terá que avaliar se será o bastante ou até se poderá comprar mais coisas com aquele dinheiro.

One Response

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.