Peça para seu pequeno desenhar um cientista e avalie: ele desenhou um homem ou uma mulher? Esse gesto que parece simples tem sido avaliado pela Universidade de Northwestern, nos Estados Unidos, desde os anos 1960 para mensurar quanto as crianças associavam ciências a mulheres e o quanto o estereótipo de gênero poderia influenciar os pequenos.

Na primeira fase, entre 1966 e 1977 apenas 1% das crianças desenhou uma mulher como cientista. A boa notícia é que pela primeira vez desde o início do projeto, totalizando mais de 50 anos de desenhos e 20 mil crianças estudadas, o número de representações femininas associadas a cientistas cresceu. De 1985 até 2016, o número subiu para 28%. Embora ainda seja menos da metade, é um crescimento representativo.

De acordo com David Miller, principal autor do estudo, essa mudança de estereótipos pode estimular que as meninas desenvolvam mais interesse na ciência. Outro ponto importante da pesquisa é que ela mostra que esses estereótipos vão aumentando na criança conforme ela vai ficando mais velha. Até por volta dos 5 anos as crianças desenharam homens e  mulheres cientistas com maior naturalidade, já a partir do ensino fundamental e médio passaram a desenhar mais homens como cientistas.

Estimulando o pensamento científico!

Médicos, biólogos, professores… cientistas estão por todos os lados e é importante que a gente estimule meninas e meninos a pensar como cientistas. Ou seja, a solucionar problemas da forma mais eficiente. Estimular que nossos pequenos, independentemente do gênero, se inspirem em cientistas pode ajudá-los nas tomadas de decisões do dia a dia e a terem um pensamento crítico. Como fazer isso? Estimule que ela:

– Pesquise sobre seus assuntos de interesse ou sobre o que tem curiosidade;

– Observe antes de tomar decisões e formar opiniões;

– Questione as informações para ter certeza de que elas fazem realmente sentido;

– Analise os prós e contras das suas opções;

– Compartilhe os resultados de suas conclusões.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.