Já pensou em poder colher alguns temperos e verduras no quintal da sua casa ou até em seu apartamento? Ter uma horta em casa pode soar como um desafio ou algo fora do real, especialmente em grandes cidades, mas isso tem se tornado cada vez mais comum. Além disso, ter uma horta em casa vai ajudar no desenvolvimento de seu filho. Saiba como!

No documentário Muito Além do Peso, que mostra a relação das crianças de hoje com os alimentos, vos pequenos são questionados sobre o nome de frutas, verduras e legumes. Algo que à princípio parece simples, na verdade, foi desafiador, não foram poucas as crianças que não souberam responder o nome da abobrinha, batata e outros alimentos comuns em nossa mesa.

1. Estimula a educação alimentar

Isso é um reflexo do tipo de alimentação que estamos oferecendo para as crianças. Claro que o experimento não retrata toda a população, mas é um alerta para muitos pais. Será que picar os legumes ou escondê-los no meio do arroz ou do ensopado é a melhor forma de ajudar as crianças a terem uma alimentação mais saudável? Que tal vocês começarem a hortinha na sua casa com um passeio na feira ou sacolão? Lá, você pode apresentar os diferentes tipos de alimentos para as crianças e mostrar que a maioria das coisas ali veio de uma plantação e que pode ser reproduzida dentro de casa, em menor escala.

Essa apresentação dos alimentos é muito importante para a criança, que precisa ter consciência sobre o que está comendo e de onde vem aquilo. Depois, vocês podem escolher o que ali podem comprar para usar em casa e replantar. Em algumas feiras, você vai encontrar mudas de temperos como cebolinha, manjericão, orégano e tomilho que são fáceis de plantar e não precisam de muito espaço, nem de tanto sol.

Muitas raízes e tubérculos também podem ser replantados, como cenoura, batata, beterraba e cebola. Para plantar esses alimentos, você vai precisar de um vaso um pouco mais fundo e de um espaço que tenha mais sol.

 

2. Desenvolver senso de responsabilidade

Ter uma horta em casa requer cuidados. Você pode deixar a responsabilidade de colocar água na horta com as crianças. Elas também podem ficar encarregadas de avaliar o desenvolvimento das plantinhas. Ensine primeiro, mostrando a diferença entre uma planta saudável e uma não-saudável. Depois, peça para ela ficar de olho e acompanhar.

 

3. Aprender que tudo tem sua hora

Esperar uma planta crescer, brotar e estar pronta para consumo é uma importante lição da natureza sobre paciência. Ao acompanhar o desenvolvimento de sua hortinha, a criança vai entender com mais facilidade que as coisas requerem um tempo.

 

4. Poupar água

A maioria das plantas precisa de poucas coisas para ficar saudável e uma das mais importantes é, com certeza a água. Aos poucos a criança vai compreender que a água é vital não só para pessoas e animais, como também para o cultivo. Portanto, desperdiçar água não é um problema somente para nós, mas também para todas as plantações que precisam de irrigação.

 

5. Respeito ao planeta

Mesmo a menor das hortinhas é uma amostra do quão importante é termos respeito e cuidado com a natureza. Acompanhar o desenvolvimento das plantas, como elas são essenciais para nossa vida e como elas podem ser frágeis, é uma aprendizagem e tanto para os pequenos. Muitas vezes falamos sobre a natureza como se ela fosse algo que só existe fora de casa, em lugares distantes, traz isso para perto, mostrar que cada pedaço de terra merece cuidado e atenção, vai ajudar seu pequeno a compreender de forma mais fácil sobre a importância do respeito e cuidado com o planeta.

Veja também: Junior e seus Amigos ensinam sobre a importância de reduzir, reutilizar e reciclar!

One Response

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.