O momento é de grande ansiedade para toda a família. Afinal, depois de meses de espera finalmente aquele bebê tão esperado e amado estará frente a frente com vocês. Na maternidade vocês já terão uma ideia do que vem pela frente, mas é só em casa, no dia a dia, que as coisas começam a ganhar um novo significado, é ali que começa a nova rotina familiar.

São muitas as dúvidas sobre o que fazer ou como se preparar para a chegada desse novo membro da família. Selecionamos aqui algumas dicas que podem te ajudar a preparar a casa para a chegada do recém-nascido.

 

Segurança em primeiro lugar

Ele vai demorar alguns meses para engatinhar e ter autonomia, mas é melhor fazer o checklist da segurança desde já. Remédios, objetos cortantes e produtos de limpeza devem ficar sempre num armário fechado e o mais alto possível. Escadas devem ser protegidas para que o bebê não suba, nem desça. Proteja também as quinas dos móveis com cantoneiras de silicone, especialmente daqueles mais pontudos, e tomadas com protetores. Janelas e sacadas também precisam ter tela. E, se você tiver uma piscina em casa, também deve tomar o cuidado de cercá-la.

 

Acolhendo o bebê

Sua casa é mais do que um espaço de convivência da família, ela traz proteção e segurança para a criança. Ter um espaço acolhedor, que a faça se sentir protegida e amada é o essencial para o bebê. Nos primeiros dias tente reservar sempre um tempo de qualidade para vocês. Pode ser durante as mamadas, antes e depois do banho, afinal seu pequeno está se habituando com os barulhos, cheiros, sensações e gostos do “nosso mundo” e tudo é novo para ele. Por isso a importância de momentos mais silenciosos, tranquilos e em família são bem-vindos.

 

Praticidade para o dia a dia

Mães e pais podem virar verdadeiros malabaristas com a chegada do recém-nascido. Em uma mão o bebê, na outra a fralda, lenço umedecido, naninha… O ideal é deixar o máximo de coisas do dia a dia por perto. Algumas decorações de quarto de bebê são lindas, mas não tão práticas como pede a rotina. Se você notar que precisará deixar o bebê por segundos no trocador para alcançar a fralda ou algo do tipo, aborte a ideia. Isso pode dificultar demais sua rotina ou até se tornar um potencial perigo para o bebê, que não pode ficar nenhum segundo sozinho no trocador, por exemplo.

 

Visitas com hora certa

A família e os amigos estão ansiosos para a chegada do bebê e todos vão querer visitá-lo. E, por mais que você queira chamar a todos, avalie antes de marcar muitos compromissos em um só dia. Isso não quer dizer que você deve afastar avós, tios, primos, nada disso! Apenas modere e organize as visitas, você vai saber o que funciona melhor para seu caso: se reunir grupos maiores em menos dias ou menores em mais dias. Seja o que preferir, respeite o horário do bebê.

 

Leia mais:

Como montar um quarto ideal para o desenvolvimento da criança

A importância do vínculo para a criança

Como o sono pode ajudar ou atrapalhar no desenvolvimento do bebê

2 Responses

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.