O Papai Noel é um dos maiores e mais marcantes personagens que habitam a imaginação das crianças. Sua imagem é construída de forma mágica e encantadora como o “bom velhinho” que passa a noite de Natal distribuindo presentes para crianças ao redor do mundo.

O personagem, assim como o coelhinho da Páscoa ou alguns super-heróis, vira uma forma de transmitir valores e estimular a imaginação das crianças. Esses valores transmitidos variam de família para família.

A importância do bom velhinho para as crianças

Você pode apresentar o Papai Noel como um exemplo de altruísmo por ele abrir mão de sua noite de Natal para alegrar as crianças. Algumas famílias associam o presente dado por ele como uma recompensa por um bom ano, por exemplo. Sejam quais forem os valores transmitidos pela sua família através da figura do Papai Noel, sempre existirá a pergunta: até quando a criança acredita ou deve acreditar no bom velhinho?

Segundo a psicanalista de crianças e adolescentes Monica Pessanha, isso também depende da cultura familiar e da própria criança. “É bem comum que uma criança de até 8 anos acredite na figura do Papai Noel. Geralmente, esse processo de fantasia vai até por volta dos 8 a 9 anos, então a criança começa a perceber a diferença entre realidade e fantasia”.

E mesmo se após essa fase a criança não deixar de acreditar em Papai Noel, não force a barra. A psicanalista explica que isso é algo que a criança deve descobrir por si própria. Aos poucos, ela vai racionalizar situações, colher pistas, fazer deduções e, finalmente, chegar a conclusão sozinha.

 

Conheça nossa playlist com uma seleção especial de músicas natalinas

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.