A sabedoria popular já dizia: “avó é mãe duas vezes”. Cada avó ou avô tem seu jeito de lidar com os netos, mas uma coisa é certa, preservar e fortalecer essa relação é positiva e benéfica para os dois lados!

 

Segundo um estudo publicado na Evolution and Human Behavior, avós que ajudam a cuidar dos netos vivem mais do que aqueles que não tem tanta participação na rotina das crianças. A pesquisa avaliou 500 idosos divididos em três grupos, um sem avós, outro com avós que não participavam muito da vida dos netos e outro com avós que participavam. O grupo que teve maior participação na vida das crianças teve uma vida mais longa do que os demais. Ou seja, a presença na vida dos netos pode aumentar a expectativa de vida dos avós.

 

E os benefícios não param por aí! Uma pesquisa feita pela Universidade de Oxford avaliou 1,5 mil crianças e adolescentes e concluiu que as que tiveram a presença de seus avós em seu desenvolvimento cresceram mais felizes. Isso aconteceria porque a participação dos avós ajudaria a amortizar algumas dificuldades da criança, acalmar e dar segurança.

 

Além disso, uma relação saudável e amorosa entre avós e netos pode também estimular o desenvolvimento sócio-emocional da criança, além disso, a vivência proporciona uma troca mútua de conhecimento. Enquanto avós ensinam e transmitem sua sabedoria, os pequenos são um incentivo para que os mais velhos sigam atualizados e conectados com as novidades.

 

Leia mais!

Você sabe o que é ansiedade de separação?

O livro ideal para cada fase da criança

Você já teve um amigo imaginário?

Deixe uma resposta