Você conseguiria contar quantas fotos de seu filho tem? E quantas dessas você já postou ou compartilhou? Às vezes a gente compartilha fotos e informações de nossos filhos automaticamente. Eles fizeram uma carinha fofa e lá vamos nós postar. Claro que nossa intenção é sempre a melhor! Muitas vezes essas postagens são a única forma de parentes distantes acompanharem o crescimento das crianças.

 

Só que ao compartilharmos essas fotos e informações podemos nos certificar de que estamos mantendo nossos filhos seguros e preservados nas redes. Veja só as dicas que separamos para você ler antes de postar fotos das crianças:

 

  1. Nunca publique fotos da criança nua ou com pouca roupa. É duro dizer isso, mas infelizmente essa é a realidade, foto no banho ou piscina pode parecer fofa para os pais e familiares, mas não é essa conotação que ela adquire em alguns sites, até mesmo com conteúdo de pedofilia, então atenção.

  2. Nunca de uniforme: use algum aplicativo que pinte ou desfoque parte da imagem – e tire o logotipo da escola. De preferência, deixe tudo em preto e branco, que é para a cor do uniforme não ser anotada por aí.

  3. Não dê pista sobre escola ou onde mora: não adianta não mostrar o uniforme e mostrar o portão da escola. Seguindo esse raciocínio, não poste fotos que mostrem a fachada, o número da sua casa ou outro detalhe que permita descobrir onde seu filho mora/frequenta. E não divulgue seu endereço ou telefone na internet; um risco para toda a família.

  4. Não marque a localização da família nas fotos: o melhor é não fazer check-in quando entrar em algum lugar com seu filho. Da mesma forma, desabilite a função que permite que as redes sociais e a câmera do seu celular marquem o local em que as fotos são tiradas. E nunca avise para onde vocês ou só seus filhos estão indo. Deixe para contar sobre a viagem ou o passeio depois que voltarem.

  5. Evite compartilhar fotos publicamente: configure as redes sociais para “privado”, de forma que só pessoas autorizadas por você possam ver o conteúdo do seu perfil. Você pode ainda filtrar seus seguidores, fazendo listas de “família”, amigos”, “conhecidos”, “do trabalho” – e compartilhar imagens da criança apenas com os mais próximos. Aproveite e configure marcações e entenda quem pode ver a foto que seu amigo postar, caso seu filho esteja nela.

  6. Fotos de criança só com autorização dos pais: converse com pais de amiguinhos e com a família sobre a necessidade de pedir sua autorização para publicar fotos dos seus filhos. Aproveite e faça o mesmo: só publique fotos de amigos do seu filho com autorização dos pais, e respeitando os mesmos parâmetros de segurança que você usa para sua família

  7. Não divulgue fotos se acha que seu filho não gostaria de ver: agora pode ser que ele nem entenda ou ligue, mas pense se ele gostaria de ver aquilo quando estiver maior. E se a criança não quiser tirar a foto ou pedir para não mostrar a foto para ninguém, respeite.

  8. Filtre mais e mais: pense duas vezes antes de aceitar o amigo do seu amigo na sua rede, e nunca aceite desconhecidos. Repense antes de postar qualquer foto. Especialistas recomendam: não publique nada que você não grudaria no muro de casa. Simples assim.

One Response

Deixe uma resposta