Como já mostramos aqui, doses de natureza seriam fundamentais para o desenvolvimento das crianças, contribuindo para sua saúde física, mental, aprendizagem, desempenho escolar, redução de sintomas relacionados à déficit de atenção e hiperatividade, além de ser uma excelente forma de estímulo ao convívio social.

Mas não tem como falar sobre a importância da natureza sem falar também da importância de preservá-la. Ensinar para as crianças desde cedo práticas sustentáveis e de menor impacto ao meio ambiente vai ajudá-las e desenvolver de forma mais fácil e natural ações que não agridam à natureza e o meio ambiente. Veja nossa seleção de práticas que podemos ensinar para nossos pequenos desde já!

Ligou, desligou

Não importa a idade da criança, esse é o tipo de estímulo que você pode fazer desde os mais novos aos mais velhos. E é simples, se ela acender a luz ao entrar no quarto, deve apagar ao sair; se ligou a TV, precisa desligar quando terminar de assistir; se abriu a porta da geladeira para pegar algo, deve fechar depois. Esse tipo de hábito é essencial para um dia a dia mais sustentável de toda a família.

Água é um bem precioso

Por muito tempo foi até comum para muitas pessoas ver a água como um recurso infinito. Isso mudou bastante depois da crise hídrica que atingiu parte da população brasileira. Agora, pensa-se duas, três vezes antes de ligar a torneira. E esse hábito deve seguir assim, com ou sem crise de água! Segundo a Fundação SOS Mata Atlântica, escovar os dentes de torneira fechada, usando um copo de água para enxaguar a boca, pode economizar 25 litros de água.

Separando o lixo

Hoje várias cidades já têm sistema de coleta de lixo reciclável e orgânico separadamente. Mas mesmo que a sua ainda não tenha, vale sempre separar o lixo “seco” do “molhado”. Essa consciência que vamos criando aos poucos em nossos filhos sobre a importância de separar o lixo será cada vez mais útil.

Sem comida no prato

Quem nunca pegou mais comida do que iria comer e depois acabou jogando um pouco fora? Muitas vezes quando vamos nos servir acabamos colocando porções maiores do que realmente comeremos e depois vai pro lixo. Ao montar o prato da criança ou quando for ensiná-la a se servir, opte sempre por porções menores. Se terminou e ainda assim ficou com fome é só se servir mais um pouco, o que não pode é desperdiçar comida.

Mais consciência

Quando falamos sobre cuidados com a natureza e o meio ambiente com as crianças, estamos estimulando que elas pensem no assunto. Geralmente as escolas têm um papel essencial na formação de cidadãos sustentáveis, mas isso tem que ser reforçado em casa. Mais do que o discurso, a ação dos pais deve ser ecologicamente consciente também, afinal nossos pequenos aprendem ainda mais através do exemplo.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.