Até para os pais e mães mais organizados fica difícil competir com o ritmo da bagunça que as crianças fazem. A gente mal termina de arrumar um lugar e já surge um ursinho novo bem no meio do chão da sala. Para quem não quer estar sempre com a casa de pernas pro ar, a personal organizer Ana Paula Vanzan dá 5 dicas de organização para você aprender a lidar com os brinquedos e outras baguncinhas que os pequenos deixam pela casa.

1. Ensine as crianças a guardar os brinquedos ao final da brincadeira

Independente da idade, é muito importante que a criança tenha essa noção de que precisa participar da organização do espaço que ela usa. Isso cria um senso de responsabilidade, divide o peso com os pais e já é feito por eles nas próprias escolas, onde todos ajudam a organizar os brinquedos e materiais nos devidos locais.

2. Descarte e doe brinquedos usados

É fundamental fazer a separação dos brinquedos que serão descartados e doados antes de iniciar a organização. Como boa parte das crianças têm muitos brinquedos, não é incomum acharmos durante a organização alguns que não estão mais sendo usados ou não são adequados à faixa etária. Uma das melhores dicas de organização é adotar o critério: entrou um novo brinquedo, sai um brinquedo usado.

3. Não coloque todos os brinquedos para uso ao mesmo tempo

Nas datas comemorativas como aniversário, Natal e Dia das Crianças as crianças ganham muitos brinquedos ao mesmo tempo. Além do espaço físico, que às vezes falta, tem a questão de que quando a “oferta” é muito grande, o interesse é pequeno. Abra apenas alguns e, de tempos e tempos, apresente um “novo” presente para a criança.

4. Separe os brinquedos por tipos

Carrinhos, bichos, bonecas, panelinhas, jogos: tudo precisa ter o seu lugar. Quando os objetos estão setorizados, fica muito mais fácil achar o que a criança quer e para guardar nem se fala. Uma boa ideia é fazer etiquetas com as palavras ou mesmo desenhos – caso o pequeno não saiba ler – e colar no lugar de guardar cada brinquedo.

5. Organize os brinquedos em embalagens separadas por tipos

A dica aqui é utilizar caixas plásticas transparentes porque elas facilitam muito na identificação, mas, para crianças muito pequenas, use caixas ou cestos sem tampa – assim elas podem acessar sem a ajuda de um adulto. E não esqueça de identificar as caixas e cestos!

Related Posts

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.